QUEM É JESUS CRISTO
“Quem dizem os homens que eu sou?”
Marcos 8:27b

A resposta sobre quem é Jesus não é tão simples quanto parece. Muitos podem pensar que uma rápida pesquisa pela internet poderá nos dar informações precisas a esse respeito, no entanto, os mecanismos de busca da rede geralmente são tendenciosos e indicam sites que reduzem a pessoa de Cristo, dizendo que Jesus teria sido apenas um profeta ou o precursor de uma nova religião. Mas, ao contrário do que muitos imaginam, Jesus não foi o fundador de uma denominação religiosa e sua importância supera muito a de qualquer profeta.

Para conseguirmos uma informação realmente confiável sobre quem é Jesus Cristo, o mais prudente será buscarmos a resposta nos escritos daqueles que o conheceram pessoalmente, ou que, no mínimo, obtiveram informações diretamente com aqueles que foram seus amigos íntimos.

Sendo assim, os escritos mais confiáveis que temos acerca de Cristo são os que foram redigidos no século primeiro, época em que as pessoas que conviveram com ele ainda viviam.

O conteúdo desses escritos foi preservado por meio dos chamados copistas, ou amanuenses, os quais, ao longo dos séculos, e até que se inventasse a imprensa, copiavam à mão e exaustivamente os manuscritos a respeito de Jesus. Ou seja, quando um manuscrito começava a se deteriorar, era copiado para uma nova matriz, a fim de que pudesse durar por décadas, ou mesmo séculos. [1]

Foi desta maneira que chegou até nós aquilo que os contemporâneos de Jesus escreveram acerca de sua vida, de sua mensagem e do início do cumprimento da missão que ele nos deixou. Tais escritos compõem o que chamamos de Novo Testamento.

Todos estes livros foram escritos no primeiro século, alguns anos após a morte e ressurreição de Jesus. [2]

Isso mesmo: Jesus ressuscitou! Cristo não está morto, mas ressuscitou, conforme ele mesmo havia profetizado que ocorreria ao terceiro dia de sua morte na cruz. Por isso não escrevemos no título deste capítulo “Quem foi Jesus Cristo”, mas “Quem é Jesus Cristo”, pois ele vive! E uma das maiores provas da sua ressurreição é o fato de que ainda estamos falando sobre ele, dois mil anos após a sua passagem por este mundo.

Se Jesus não tivesse ressuscitado certamente seus seguidores não teriam dado continuidade aos seus ensinamentos, pois quem arriscaria sua vida por um mentiroso? E muitos dos primeiros cristãos morreram por pregar que Jesus morreu na cruz e ressuscitou ao terceiro dia, dando provas de que tudo mais quanto ensinou é mesmo verdade.

Portanto, podemos confiar plenamente nos escritos do primeiro século a respeito de Cristo, os quais compõem a segunda parte da Bíblia Sagrada, chamada de Novo Testamento.

Veremos a seguir algumas passagens de tais escritos que nos revelam porque Jesus Cristo é único em toda a história humana.

A SINGULARIDADE DE JESUS CRISTO

O único filho de Deus


“Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.”
(Mateus 16:15-17)

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.”
(João 3:16-18)

O único que pode nos tornar filhos de Deus

“Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome”
(João 1:11,12)

“Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.”
(Gálatas 3:26)

“Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.”
(Gálatas 4:4-6)

“E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade”
(Efésios 1:5)

O único que nos revelou Deus plenamente

“Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.”
(João 1:17,18)

“Eu e o Pai somos um.”
(Jesus Cristo, em João 10:30)

“Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”
(João 14:9)

“Pois ele, sendo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus”
(Filipenses 2:6)

“Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação”
(Colossenses 1:15)

O único que pode perdoar nossos pecados

“E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, tem bom ânimo, perdoados te são os teus pecados.”
(Mateus 9:2)

“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.”
(João 1:29)

“A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele creem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.”
(Atos 10:43)

“Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.”
(1 João 1:7-9)

“E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.”
(1 João 2:2)

O único mediador entre Deus e os homens

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”
(João 14:6)

“Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.”
(1 Timóteo 2:5,6)

“Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai.”
(1 João 2:23)

O único que batiza no Espírito Santo

“E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo. E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus.”
(João 1:33,34)

“Mas recebereis o poder do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”
(Atos 1:8)

O único Salvador

“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”
(Atos 4:12)

“Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.”
(1 João 5:12)

O único Senhor

“O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos. Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.”
(João 3:35,36)

“Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.”
(João 13:13)

“Saiba pois com certeza toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.”
(Atos 2:36)

“Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos.”
(Romanos 14:9)

“Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.”
(Filipenses 2:9-11)

COMO JESUS REVELOU A SI MESMO

Eu sou o pão da vida

“E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.”
(João 6:35)

“Eu sou o pão da vida.Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram.
Este é o pão que desce do céu, para que o que dele comer não morra.
Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.”
(João 6:48-51)

Eu sou a luz do mundo

“Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.”
(João 8:12)

“Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.”
(João 12:46)

Eu sou a porta

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.”
(João 10:9)

Eu sou o bom Pastor

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.”
(João 10:11)

“Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.”
(João 10:14)

Eu sou a ressurreição e a vida

“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.”
(João 11:25)

Eu sou o caminho e a verdade e a vida

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”
(João 14:6)

Eu sou a videira verdadeira

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador.”
(João 15:1)


[1] Não há qualquer outro personagem da história sobre o qual tenhamos tantos manuscritos preservados quanto a respeito de Jesus Cristo.

[2] Escritos posteriores sobre Jesus, redigidos a partir do segundo século, não são considerado confiáveis e por isso são chamados de apócrifos – termo de origem grega que significa oculto, no sentido de não se saber a procedência. É importante enfatizar que todos os livros que compõem o Novo Testamento são originários do primeiro século e todos eram aceitos como fidedignos pela grande maioria das igrejas que se formavam naqueleperíodo, uma época na qual os apóstolos e outras pessoas que conviveram com Jesus ainda viviam.