Conheça os 10 princípios bíblicos que definem o nosso ministério

1
A Bíblia explica a própria Bíblia
Cremos que a Escritura com a Escritura se interpreta, não sendo a mesma de particular interpretação. Sendo assim, não interpretamos um texto fora do seu contexto, seja a nível interno, escriturístico, seja externo, ou seja, a nível histórico e cultural. (Lucas 24:27; João 5:39; 2 Pedro 1:20,21)
2
Os ensinos do Antigo Testamento devem ser interpretados segundo a graça revelada no Novo Testamento
Cremos que não devemos desprezar o Antigo Testamento, porém este não se sobrepõe aos ensinamentos do Novo, pois em Cristo somos participantes de uma nova, melhor e eterna aliança com Deus. (João 1:17; João 8:31-36; Romanos 6:14; Colossenses 2:16,17; Hebreus 7:22;8:6; 10:1; 12:24; 13:20)
3
Não devemos separar Jesus Cristo dos seus ensinamentos
Cremos que Jesus não é apenas o Salvador em quem devemos crer para a nossa salvação, mas também o Senhor a quem devemos obedecer em amor, sendo regenerados pela sua Palavra em nós implantada. (Lucas 9:26;João 12:48; 14:23,24)
4
A doutrina dos apóstolos revela como aplicar os ensinamentos de Cristo no contexto da nova aliança
Cremos que tanto o livro de Atos quanto as epístolas revelam como os apóstolos orientavam os discípulos na aplicação correta do que Cristo nos ensinou. (Atos 2:42; Efésios 2:20; 1 Tessalonicenses 2:13; 2 Pedro 3:1,2)
5
Somos salvos pela graça de Deus por meio da fé em Jesus Cristo como nosso único Senhor e Salvador
Cremos que não há mérito humano na salvação, o que não significa que uma pessoa não possa resistir ao Espírito Santo, apesar de ser a vontade de Deus que todos sejam salvos. (Efésios 2:8-10; 1 Timóteo 2:3-5; 2 Pedro 3:9)
6
A verdadeira fé não se limita apenas a uma crença, mas é também acrescida de confiança e fidelidade
Cremos que nem todos que dizem acreditar em Jesus têm realmente fé em Cristo, pois a fé bíblica tem a característica da plena confiança no Senhor para a salvação e do comprometimento com a prática do que Ele nos ensinou. (Mateus 7:21; Lucas 6:46; João 13:13-15)
7
O arrependimento é a primeira evidência da fé genuína
Cremos que alguém que não se arrepende de seus pecados ainda não está comprometido com os ensinamentos de Cristo e, portanto, não demonstra ter nele verdadeira fé. (Marcos 1:14,15; Lucas 24:46,47; Atos 11:17,18; Atos 17:30)
8
A graça salvadora nos conduz à prática das boas obras (amor ao próximo) e à santificação (amor a Deus)
Cremos que o amor de Deus revelado em Cristo nos constrange a amarmos nosso semelhante como Jesus nos amou, bem como a demonstrarmos que amamos a Deus, nos abstendo de todo pecado. (1 Tessalonicenses 4:2-9; Tito 2:11-14; Tiago 1:27)
9
O livro de Atos é o manual para toda a igreja que almeja ser bíblica e cristã
Cremos que não é por mera curiosidade histórica que o livro de Atos faz parte das escrituras sagradas, pois há nele importantes orientações sobre como a igreja do Senhor deve ser conduzida. (Atos 15:5,6)
10
A DEUS TODA GLÓRIA
Cremos que títulos não exaltam o homem, mas apenas revelam diferentes atribuições, e que toda nossa motivação no serviço ao Senhor deve ser exclusivamente a glória de Deus.
Porque dEle e por Ele, e para Ele,
são todas as coisas;
glória, pois, a Ele eternamente.
Amém.
(Romanos 11:36)