Vocês costumam lembrar que o templo não é a “casa de Deus”, mas ao mesmo tempo continuam se reunindo em um local destinado aos cultos. Não há uma contradição nisso?
Não há contradição. O fato de que “Deus não habita em templos feitos por mãos de homens” não significa que seja proibido haver locais destinados a se cultuar a Deus.

O importante é compreendermos que essas edificações não são a morada de Deus, mas apenas o lugar onde os cristãos se reúnem para compartilhar sua fé e se edificarem mutuamente em Cristo.

Os apóstolos deixaram bem claro que cada um de nós, como membros do corpo de Cristo, somos habitação do Espírito Santo e que juntos edificamos a verdadeira casa de Deus, a qual é constituída por pedras vivas que somos nós, a sua igreja. Essa compreensão é muito importante, razão pela qual é constantemente lembrada em nossas pregações e ensinamentos.

Portanto, o que menos importa é o local onde nos reunimos como igreja. Porque o local não é a igreja. A igreja somos nós! Seja a nossa reunião cristã realizada numa edificação construída especificamente para essa finalidade, ou num galpão alugado, ou no terraço de uma casa, ou num salão de eventos, ou numa sala, ou em outro lugar qualquer – o importante é sabermos que nós, as pessoas, é que constituímos a igreja, quando congregados pela mesma fé em Cristo e para a glória de Deus.

- Saiba mais! -

Voltar para Perguntas