A quem você está alimentando?


Por Alan Capriles

Aquilo que entra pela boca alimenta o corpo, mas aquilo que entra pelos olhos e pelos ouvidos é alimento para nossa alma. E do que estamos alimentando nossa alma? De coisas espirituais e sadias, ou de coisas carnais e doentias? Ou, teologicamente falando, a quem estamos alimentando? O espírito ou a carne?

Somos diretamente responsáveis pelo que entra por nossos olhos e ouvidos, porque isto nos influencia muito mais do que possamos imaginar! E, neste aspecto, é interessante como a TV pode nos afetar, simultaneamente, tanto pela visão, quanto pela audição.

Não vamos culpar a televisão por todos os nossos atos, mas também não podemos negar sua influência sobre nossa sociedade. Quem disse que "a vida imita a arte" talvez não tivesse idéia do quanto isto é verdade. Se alguém passa horas assistindo a todo tipo de filmes, novelas, propagandas, sem que haja nenhum critério, nenhuma seleção, tal pessoa não deveria estranhar mudanças em seu comportamento. E mudanças para pior!

Pessoas que tem a mente poluída, por exemplo, poderiam acabar de vez com suas taras bastando para isso trocar de canal, ou de site na internet. Este fato é comprovado pela seguinte verdade: ninguém vê pornografia porque é tarado, mas é tarado porque vê pornografia. Filmes e sites pornográficos alimentam a carnalidade, fortalecendo a prática do pecado. E o pecado escraviza, aprisiona. Mas apenas enquanto ele for alimentado por imagens e sons.

O segredo então é: enfraqueça seu "lobo mau", matando ele de fome! Deixe-me ilustrar melhor isto com uma estória que recebi por email:

Um velho índio certa vez descreveu seus conflitos internos:

- Dentro de mim existem dois lobos, um deles é cruel e mau, o outro é bom e compreensivo. Os dois estão sempre lutando.

Quando então lhe perguntaram qual dos lobos ganharia a briga, o sábio índio parou, refletiu e respondeu:

- Aquele que eu alimentar.

(Autor desconhecido)

Quanta verdade nesta simples ilustração! Se você quer mudar seu comportamento, mude seus hábitos. Se quiser ser uma pessoa pura, afaste-se das impurezas. Pare de ficar jogando a culpa no diabo e comece a tomar atitudes. Fique longe de más companhias, selecione o que assiste pela televisão, as músicas que você ouve, os livros e revistas que lê, e jamais acesse pornografia pela internet. Faça um pacto com seus olhos e ouvidos. Diga resolutamente, como o salmista Davi: "Não porei coisa má diante dos meus olhos" (Salmos 101:3)

Este é um conflito real, mas cuja vitória é decidida por cada um de nós! E não se trata de uma vitória definitiva. É uma batalha para ser vencida a cada dia, que recomeça a cada novo amanhecer, enquanto estivermos neste mundo. São como dois exércitos lutando dentro de nós. O escritor grego Nikos Kazantzakis, por exemplo, revelou seu conflito interno ao declarar: "minha alma é a arena em que esses dois exércitos se encontraram e se entrechocaram".

Porém, a mais brilhante descrição de tal conflito vem do apóstolo Paulo. Ele não somente ilustra o problema, mas revela claramente a solução:

"Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.
Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei. Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.
Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências.
Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito." (Gálatas 5:16-25 RA)


Paulo chamou a sábia decisão de se manter puro de "andar no Espírito". Não se trata do nosso espírito, mas do Espírito Santo. Logo, "andar no Espírito" é estar em sintonia com Deus, sendo guiado por sua santa Palavra, por sua real presença.

"Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus" ensinou nosso Senhor Jesus. Se realmente somos dele, não podemos nos esquecer disso. Se realmente queremos vê-lo, que não continuemos fortalecendo as obras da carne, mas o Espírito, que nos faz frutificar para Deus.

FONTE: alancapriles.blogspot.com
Alan Capriles
Voltar para Artigos



Igreja Bíblica Cristã

Sede: Av. Alzira Vargas, 863
Laranjal - São Gonçalo - RJ

Compartilhe!

Contato

contato@igrejabiblicacrista.org
+55 (21) 3606-5614

2014 - Capriles Web Designer
© Todos os direitos reservados.